Calendário de Eventos
 

 
 
 

O QUE É DROGA?


A bebida alcoólica é uma droga? E os sedativos ou tranqüilizantes podem ser considerados drogas? Geralmente as pessoas pensam que drogas são apenas substâncias proibidas por lei, como a maconha e a cocaína. Na opinião do saudoso psicanalista Eduardo Mascarenhas "podemos considerar droga toda a substância, natural ou artificial, que quando ingerida provoca alterações do humor (euforia ou depressão), intoxicacão (envenenamento aos poucos dos orgãos do corpo) e que seja capaz de gerar dependência física ou psicológica". Dentro desta definição, certamente as bebidas alcoólicas, apesar de serem aceitas socialmente e consideradas de uso legal (permitido por lei), podem se tornar drogas se forem usadas de maneira descontrolada. Também a maconha e a cocaína são consideradas drogas.

 

E os sedativos e tranqüilizantes? Eles são substâncias que ingeridas provocam alterações do humor, podem intoxicar e também criar poderosa dependência. Serão eles drogas? "Sim e não, dependendo dos motivos do seu uso. Se utilizados como medicamentos eventuais e acompanhados por indicação e controle médico, não podem ser considerados drogas. Mas se utilizados como geradores de gostosas sensações, sem a supervisão médica, deverão ser considerados drogas. A busca química do prazer e de um prazer embriagador que afeta os estados naturais da mente e produz prejuízos nas áreas da vida de uma pessoa — é isso que caracteriza o uso das drogas", afirma o Dr. Eduardo Mascarenhas.

 

Cada droga tem uma ação no organismo. Algumas causam dependência física e a abstinência (falta do uso) provoca crises tão fortes que é necessário a internação do indivíduo para tratamento e desintoxicacão.

 

O psiquiatra Saul Borgea, do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Atenção do Uso de Drogas (Nepad), explica os efeitos das principais drogas no organismo:

COCAÍNA
"É um estimulante que causa dependência física e psicológica, com depressões muito fortes, que podem chegar ao suicídio se não houver um acompanhamento especializado. A pessoa sente euforia e prazer, tem a impressão de ter maior resistência, com agressividade mais acentuada e paranóia (sensação de estar sendo perseguido). A cocaína age sobre os centros nervosos do cérebro que controlam o humor, a fome e o sono. Desta forma, a pessoa costuma emagrecer e ter insônias e em alguns casos o prazer do sexo é substituído pelo prazer da droga. Ela aumenta ainda os batimentos cardíacos e pode provocar parada no funcionamento do coração, produz problemas dentários (diminui a calcificação), gastrite e destrói as mucosas do nariz quando o uso é feito por inalação".

 

 

MACONHA
"É um alucinógeno que não causa dependência física, mas sim psicológica. Ela aumenta o apetite (apesar do indivíduo emagrecer), altera a percepção (maneira de sentir, pensar, ver, escutar), provoca sensação de bem estar e relaxamento, dependendo do ambiente em que se usa. O consumo em grandes quantidades provoca, com o tempo, dificuldades no raciocínio, pequenas amnésias (perda de lembrança de determinados acontecimentos), apatia (falta de interesse e motivação para fazer determinadas coisas). Geralmente a maconha serve de espécie de trampolim para o uso de outras drogas mais fortes e pesadas (que provocam dependência física)".

 

 

SEDATIVOS E TRANQUILIZANTES
"Causam dependência física e psicológica, se usados sem controle médico. Os tranqüilizantes, a base de benzodiazepínicos, causam sonolência, diminuem a ansiedade e tornam o pensamento mais lento. Quando deixam de ser usados por um dependente, provocam irritabilidade, insônia, ansiedade, agitação, crises convulsivas e até a morte. Nesses casos o abandono da droga tem de ser acompanhado de internação e tratamento", conclui Dr. Saul Borgea.

 

Diante deste grande problema o PROJETO VIDA URGENTE convoca toda a população a se envolver nessa luta de prevenção contra as drogas dentro da família e de apoio e solidariedade para a reabilitação e recuperação daqueles que são dependentes químicos

 

PROJETO VIDA URGENTE
Rua Vanísia, 60 (Rua do Posto de Saúde) - Santa Cruz da Serra
Duque de Caxias - RJ

Telefones: (21) 2679-2648 / (21) 7138-0767 / (21) 7855-9648

REUNIÕES DE AJUDA PARA DEPENDENTES QUÍMICOS E FAMÍLIAS
Todos os sábados, às 19 horas