Calendário de Eventos
 

 
 
 

A AMEAÇADORA MACONHA


Retirado do site www.artigonal.com
Texto: Dr. Wagner Paulon.

 

Toda a maconha provém da planta Cannabis Sativa. É mais freqüentemente chamada Cannabis indica, cânhamo indiano ou simplesmente cânhamo. A planta cresce nos climas temperados de todo o mundo, especialmente no México, África, índia e no Oriente Médio. Também cresce nos Estados Unidos onde o termo "marijuana" abarca todos os nomes vernáculos e inventados - "hashish", "bhang", "ganja", "charas", "pot", "tea", "weed", "grass" e "Mary Jane" (no Brasil o termo comum é maconha, liamba, baga, charas, erva, etc.) - para certas partes da planta ou preparações da planta cannabis à exceção dos caules e sementes esterilizadas.

 

A potência da droga varia desde os efeitos limitados da maconha mal cultivada aos sérios efeitos do "haxixe" ou "charas". Sua intensidade varia de lugar para lugar, dependendo de onde é plantada, como é plantada, como é preparada para o uso e de como é estocada. Por exemplo, a maconha produzida nos Estados Unidos é muito mais fraca e muito menos popular do que a cultivada no México.

 

USOS DA MACONHA
Embora a maconha seja conhecida da humanidade há cerca de 5.000 anos, é, entre as drogas naturais, uma das menos compreendidas. Suas fibras tem sido usadas para a manufatura de fios, cordas, sacas, roupa e papel. As sementes esterilizadas são por vezes usada em vários preparados alimentícios, particularmente comida para pássaros.

 

No passado, a maconha também foi usada no tratamento de uma série de desordens clínicas. Nos primeiros tempos da história da China, usava-se para aliviar a dor durante operações. Na índia utilizava-se como remédio. Nos Estados Unidos foi usada como analgésico e como cataplasma para calos. No entanto, a maconha não possui mais qualquer uso médico aceitável neste país. O tráfico e o uso das drogas da planta cannabis é atualmente limitado por lei em quase todos os países civilizados do mundo, incluindo os Estados Unidos.

 

EFEITOS DA MACONHA
A maconha, quando fumada, parece entrar rapidamente na corrente sanguínea porque o início dos sintomas é rápido. Afeta a disposição e o raciocínio do tomador. Os efeitos da droga nas emoções e sensações variam amplamente dependendo da quantidade e potência da maconha usada. O ambiente social em que é tomada e os efeitos antecipados pelo tomador também influenciam a reação do indivíduo à droga.

 

De um modo geral os efeitos da droga se sentem rapidamente, cerca de 15 minutos depois da inalação do fumo de um cigarro, e podem durar de duas a quatro horas. Os efeitos físicos imediatos de intoxicação por maconha podem incluir certa perda de coordenação dos membros. Há um aumento da freqüência cardíaca, às vezes um abaixamento anormal da temperatura do corpo, uma fome insaciável ou inflamação das membranas mucosas e dos brônquios. Outros efeitos incluem: fantasia e animação; sensação de se sentir acima da realidade; perda de sentido espacial; perda da noção de tempo e freqüentemente uma hilariedade incontrolável.

 

Quando se usam doses maiores, ocorrem freqüentemente alucinações extremadamente vividas. Pode haver pânico e um medo desmedido da morte, ilusões e períodos de paranóia. Uma dose suficientemente grande pode resultar numa psicose tóxica.

 

É mais difícil à pessoa sob a influencia da maconha tomar decisões que exigem um raciocínio claro. Ela se acha exposta mais facilmente às sugestões de outrem. As tarefas que exigem bons reflexos e raciocínio são afetadas o que torna perigoso dirigir sob a influencia da droga.

 

Ao contrário da heroína, ou outros entorpecentes, a maconha não cria dependência física. Isto significa que o corpo não se torna dependente do uso contínuo da droga. O abandono da maconha não produz desconforto físico como o abandono de certos outros tóxicos, embora o uso continuado da droga possa causar a criação de uma intensa dependência psicológica.

 

Os pesquisadores chamam a atenção para o fato de que uma pessoa predisposta a abusar de uma droga pode muito possivelmente abusar de outras mais fortes. Outrossim, os tomadores de um tóxico podem achar-se expostos ao contato com uma variedade de outros tomadores e vendedores e, através dessa associação podem ser encorajados a experimentar drogas mais potentes.

 

O ingrediente ativo da maconha, o tetrahidrocanabinol, foi sintetizado em 1968 em forma pura por um cientista israelense com o apoio de uma bolsa de estudo americana. Atualmente procede-se a pesquisas sobre os efeitos da droga a prazo curto e longo. Espera-se que num futuro próximo os cientistas compreendam melhor a maconha e seus efeitos na memória, na disposição, na percepção e outras funções fisiológicas e psicológicas. Espera-se também que se tornem acessíveis dados científicos de confiança em relação à toxicidade crônica resultante do uso prolongado da droga.

 

PROJETO VIDA URGENTE
Rua Vanísia, 60 (Rua do Posto de Saúde) - Santa Cruz da Serra
Duque de Caxias - RJ

Telefones: (21) 2679-2648 / (21) 7138-0767 / (21) 7855-9648

REUNIÕES DE AJUDA PARA DEPENDENTES QUÍMICOS E FAMÍLIAS
Todos os sábados, às 19 horas