Calendário de Eventos
 

 
 
 

CRACK CHEGOU AOS CONDOMÍNIOS DA BARRA DA TIJUCA, NO RIO DE JANEIRO


Extra On Line, agosto de 2010

Texto de Herculano Barreto Filho

 

 

O perfil do usuário de crack está se modificando com a mesma velocidade que a droga age no organismo. O efeito devastador da epidemia já chegou ao alcance dos olhos de moradores dos condomínios luxuosos da Barra da Tijuca. A expansão do consumo da pedra, como é chamada pelos dependentes químicos, fez com que o tráfico avançasse das favelas para o asfalto e preocupa agora as autoridades.

 

 

Histórias que revelam esse lado do consumo da droga são contadas todas as quintas-feiras à noite na Câmara Comunitária da Barra, onde ocorrem encontros com usuários e familiares, motivados pelo drama vivido nos condomínios. Mais de 1,5 mil dependentes químicos foram atendidos só neste ano. Entre eles, 70% são usuários de crack.

 

A droga chega à Barra sem despertar suspeitas. Sujeitos bem vestidos sobre motos caras costumam passar despercebidos pelas operações policiais. Quando chegam aos condomínios, os motoboys se apresentam como amigos de moradores para levar o crack ao apartamento do usuário da droga.

 

O estudante X., de 20 anos, usava crack com frequência no apartamento de amigos em condomínios no Leblon, Ipanema e Barra. O grupo costumava ligar para o motoboy e pedir a droga.

 

 

— A gente pedia como se fosse uma entrega de pizza. Já chegamos a pegar até R$ 500 em droga com o motoboy. A gente consumia no apartamento com naturalidade. Nenhum morador desconfiava, porque não fazíamos barulho — diz.

 

 

X., que chegou a pesar apenas 50 quilos por causa da droga, ficou internado por 95 dias numa clínica particular e teve alta no dia 17 de julho. De acordo com a mãe dele, uma advogada de 46 anos, o tratamento custou mais de R$ 40 mil.

 

PROJETO VIDA URGENTE
Rua Vanísia, 60 (Rua do Posto de Saúde) - Santa Cruz da Serra
Duque de Caxias - RJ

Telefones: (21) 2679-2648 / (21) 7138-0767 / (21) 7855-9648

REUNIÕES DE AJUDA PARA DEPENDENTES QUÍMICOS E FAMÍLIAS
Todos os sábados, às 19 horas